29 de set de 2009

Divina Criação


Depois de um dia cansativo me apareceu uma inspiraçãozinha. Baseei-me nos ciúmes que algumas mulheres têm dos carangos e das motocas (principalmente quando passamos a metade do dia com um xampu automotivo e um pote de cera nas mãos). Elas não sabem, porém, que são a primeira paixão do autoentusiasta e que ao lado de uma máquina formam a combinação mais apaixonante que existe.
_______


Por mais belo que o carro seja;
por mais prazer que a moto proporcione;
por mais emocionante que seja a estrada;
Nada será comparável a ti, a única capaz de levar-me ao deleito

Feita pelas mãos de Deus com esmero e inspiração.
Ele te destes poder e beleza inigualáveis.


Nenhuma obra minha é comparável ti.
És complexa; tanto que jamais consegui compreender-te.

Máquinas feitas por mãos humanas dão prazer?
Não, são desprezíveis e imperfeitos objetos.
Só tua companhia dá prazer.


Tuas formas me embaralham o pensamento.
Teu olhar machuca o meu coração.

Ainda assim os instintos me levam a ti.

Mesmo sabendo que nada é mais perigoso que teus lábios.

Perto de ti nenhuma carroceria italiana é bela.
Nenhum VTEC entusiasma.
Nenhum big-block tem poder
Nenhum esportivo inglês é tão emociante;

Mulher, tu és minha primeira paixão!
_______

Quão importantes são as mulheres. Achei oportuna essa singela homenagem – principalmente hoje, que não é o Dia da Mulher.

Atrás do volante ou no banco do passageiro, onde você acha que a mulher fica melhor?

0 comentário(s):

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.