2 de mai de 2014

Opel sai da Austrália, mas seus carros ficam

por Diego de Sousa


A Austrália pode não ser o melhor lugar para se produzir carros, afinal GM, Toyota e Ford não têm bons planos para lá, mas continua um bom lugar para se comprar carros, e é isso que interessa. Além das picapes musculosas da Holden Special Vehicles, a General Motors de lá passará a oferecer o melhor da linha Opel: Astra VXR e GTC, Insignia VXR e Cascada Turbo, um dos dez mais belos conversíveis da atualidade.

Isso acontecerá porque a Opel deixou o país novamente devido as péssimas estratégias da GM, que levaram a baixas vendas (que outro motivo justifica baixas vendas de Opels?). Os novos Opels serão carros de nicho, e isso justifica a escolha das versões mais caras. O Astra VXR mantém o motor 2.0 de 280 cv e tração dianteira, do mesmo modo que o Insignia VXR permanece com o 2.8 V6 de 325 cv com tração integral. O sedutor Cascada tem um 1.6T de "apenas" 170 cv, mas maciços 28,5 kgfm de torque.

Aliás, por que não apreciar um pouco o Cascada ao lado do Rekord C?


Caso atuasse no Brasil, a Opel concorreria com a linha de luxo da Volkswagen, com os franceses mais caros e poderiam roubar clientes dos carros baratos da tríade alemã. Bonitos eles são, o elogiado Insignia é vendido como Buick nos Estados Unidos e o Astra faz sucesso na China. Só mesmo as estratégias da GM poderiam minguar esses carros por aqui.






0 comentário(s):

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.