14 de out de 2010

TESTE DA YAMAHA CRYPTON


Conhecedor de Crypton que sou, testei a nova motinha da Yamaha com dois propósitos: saber se ela realmente é boa e se merece o nome que carrega. A antiga geração não era expoente em praticidade, mas conquistou inúmeros fãs pela personalidade forte e pelo desempenho superior ao da Honda Biz, sua grande concorrente. Leia mais...

2 comentário(s):

Anônimo disse...

deve ser bem melhor que a neo, que é muito manca com o câmbio CVT, anda que nem uma Biz 125?

Diego M. de Sousa disse...

Até que a Neo anda bem, viu. Quanto à Crypton, ela anda mais que a antiga, que já era boa

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.