5 de out de 2009

Voltei, capitão!




As perseguições dos filmes americanos ficarão mais emocionantes com o ressurgimento do Caprice policial. Nada de tração dianteira e motor de seis cilindros. A Chevrolet foi soberba e pegou o Holden Caprice 6.0 V8 o fez um bom policial.

Um legítimo americano não é, mas também não deve nada aos compridos Chevrolet Caprice e Ford Crown Victoriados anos 80/90. Os bandidões que se cuidem, pois o novo Caprice tem controle de estabilidade e alma de Camaro (a mesma plataforma Zeta)!

1 comentário(s):

Alberoni disse...

Graças aos deuses dos automóveis, existe um país muito, muito distante, onde existem uns bichos esquisitos que andam pulando. Há muito tempo atrás desembarcaram nesse país um norte-americano rejeitado pela mãe Ford porque era muito pequeno que os irmãos, e uma criança recém nascida na Europa cuja mãe Opel enviou seus filhos para viajarem pelo mundo (inclusive para um tal Brasil). Nessa terra de estradas longas e imensas planícies eles se desenvolveram, correram e treinaram. Ganharam poderosos motores 6 em linha e V8 e versões esportivas. E de tempos em tempos, quando os homens esquecem da essência do automóvel eles voltam e relembram aos homens como um carro de verdade deve ser.

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.