1 de out de 2009

Defletor muito útil


Acompanhando uma Tempra SW notei e lembrei do seu defletor sobre a tampa do portamalas. É quase imperceptível, pois não ele que se adapta ao carro, mas o inverso. O teto tem, da metade para trás e na parte do meio, uma leve queda e passa por baixo do defletor, unindo-se ao vigia.

Com esse defletor o caracol formado pelo vento na traseira não é tão forte, pois o ar é direcionado diretamente para o vidro, limpado-o. Uma ideia interessante e útil no Brasil de estradas e ruas empoeiradas.

A peça compõe o desenho da traseira, no caso da Lancia Thema (no desenho) e da Tempra SW em cinza). Também é possível instalar em qualquer carro dois-volumes, como a Caravan (na cor branca) e na Commodore Tourer (na cor escura).

A mínima sustentação positiva, que não colabora para a redução do consumo, talvez tenha sido uma das causas da extinção do "defletor anti-poeira".

2 comentário(s):

Anônimo disse...

Mais um excelente post. Apenas uma correção, a sustentação nese caso seria a negativa, e não positiva.

Sustentação negativa = força para baixo ex. os carros de formula 1
Sustentação positiva = força para cima ex. os aviões

Diego de Sousa disse...

Fico grato pelo elogio. Quando às sustentações, você está certo.

Mas a sustenção gerada pelo defletor realmente é positiva. O ar é jogado no vigia através de uma peça curva para baixo, como se fosse um aerofólio invertido. Portanto, a força gerada por essa ela é positiva, para cima.

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.