2 de abr de 2010

AS SUPERPERUAS DA GM


O lançamento da Cadillac CTS-V Sport Wagon não marca a entrada da GM no mercado das peruas esportivas. Há muito tempo - antes de Audi, Mercedes e BMW terem peruas esportivas - a empresa está nesse mercado. E sempre com boas representantes.


Chevrolet Chevelle SS Wagon - A verdadeira "muscle wagon". Com um motor V8 de 454 polegadas e 450 cavalos (brutos), a Chevelle humilhava muscles afoitos e desavisados, apesar do peso extra em relação ao cupê e à El Camino, que utilizavam o mesmo conjunto mecânico.


Pontiac GTO Safari - Para entrar na moda dos muscles não era preciso abrir mão de espaço para cinco pessoas e muita bagagem. A Pontiac uma vendia uma "muscle bath" com belos motores.


HSV Avalanche - Todo mundo sabe que este carro aí de cima originalmente é uma Omega Caravan da segunda geração. Entretanto, a Holden australiana fez um belo trabalho na station que vendia em seu mercado. Ela desenvolveu uma tração integral permanente (a mesma do Coupe4) para juntar com o motor LS1 do Corvette. Eram 400 cavalos (líquidos e, portanto, "melhores" que os 450 da Chevelle) que desfilavam que qualquer terreno.


HSV Clubsport R8 Tourer - Depois que a Opel parou de fabricar carros tração-traseira, a Holden deve que desenvolver uma nova plataforma para o Commodore, seu carro mais famoso. A Zeta, utilizada também no Camaro, serve para esta perua aí, que usa o LS3 do Corvette e tem mais de 430 cavalos. Detalhe especial: 280 km/h de velocidade máxima.


Opel Astra OPC Caravan - A Opel não tem muita afinidade com V8. Tentou instalar um LS1 no Omega, mas não obteve êxito. A solução é a tecnologia aplicada em pequenos motores. O velho e resistente 2-litros (o mesmo ainda usado aqui no Brasil) rendia 200 cavalos na Astra da Opel Performance Center.


Opel Vectra OPC - 250 km/h numa perua com tração dianteira? Muitos neurônios foram gastos no desenvolvimento dessa versão. Afinal, são 280 cavalos nas rodas dianteiras.


Opel Insignia OPC Sports Tourer - Agora a tração integral está presente no substituto do Vectra, que abandonou o sistema chamado 4x4 (como nos fora-de-estrada) na segunda geração. A Insignia é um bom carro de família; vai à escola, ao supermercado. E faz bonito na estrada e pouco vai ao posto de combustível. São 325 cavalos e 43 m.kgf de torque gerados por um V6 econômico e moderno.


Opel Meriva OPC - Ok, não é uma perua. Mas é familiar. O 1.6 gera 192 cavalos graças a um bom turbo. Meriva é carro pacato?


Opel Zafira OPC - Uma Zafira em Nürburgring? Parece loucura, mas a Opel levou a minivan ao autotródomo que serve de laboratório para os melhores esportivos do mundo. Motivo? Mostrar que 240 cavalos fazem bonito até numa minivan.


Saab 9-3 Turbo X - Um visual negro, um V6 com 280 cavalos e uma tração integral moderna formam um pacote perfeitamente harmônico. A alma de Insignia OPC.


Cadillac CTS-V Sport Wagon - Esta perua é o ápice: 564 cavalos. O motor de Corvette ZR1 faz dela a mais potente perua da GM. Tração integral, amortecedores magnéticos, luxo, eletrônica, beleza, charme, exclusividade, espaço, segurança... Ah...

4 comentário(s):

Alex disse...

Impressionante! Eu que já era fã da Opel, agora é que admiro mesmo. Isso é que é respeito ao consumidor. Tenho dois carros criados pela Opel e acho que muitas montadoras estão longe de se equiparar a essa marca alemã.

De Gennaro Motors disse...

Olá amigo

Confira depois no www.degennaromotors.blogpot.com as fotos do museu da Ferrari em Maranello.

Abraços

Fernando Gennaro

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

essa meriva seria digna de honrar a sigla ss...

Anônimo disse...

Esse motor 1.6 16v turbo era montado aqui no Brasil e enviado para a Europa...

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.