9 de out de 2009

Bravo carneiro


A Dodge tem algo especial que conquista o aficionado por carros fortes. Talvez seja sua "brutalidade", personalidade ou uma outra coisa incompreensível. Seus carros são diferentes e recebem pouca influência; seu nome é pesado e causa tremor nas pernas de muita gente.

Seus carros, apesar de não chegarem à perfeção e nem venderem bem, fazem apaixonar. Oxalá que a Fiat não mexa na raça da Dodge, a parte mais interessante do grupo Chrysler, e nem amanse seu carneiro.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre este post.